Redator/colaborador do Batera.com.br - notícias, entrevistas, artigos e biografias. Contato com assessorias de imprensa e produtoras, bandas, músicos, bateristas e percussionistas. Formado em jornalismo, músico e fotógrafo profissional (navios de cruzeiro internacional) e autônomo (produtos, eventos). Repórter em rádio AM; produtora de vídeo e TV; revistas especializadas (contas, marketing); jornais impressos; assessoria de imprensa (conteúdo, webrelease, redes sociais; SEO; Analytics).

Queen: Banda tem disco que já é 'quarentão'

08 de novembro de 2014, por Rafael Ferraz
Lançado em novembro de 1974, Sheer Heart Attack é o terceiro disco de estúdio da banda britânica Queen, e completa 40 anos desde seu lançamento no Reino Unido, em 8 de novembro daquele ano. Produzido pelo grupo e por Roy Thomas Baker, foi distribuído pela EMI no Reino Unido, e pela Elektra nos Estados Unidos, onde foi lançado dias depois, em 12 de novembro.

Com popularidade dominante tanto no Reino Unido quanto internacionalmente, rendeu o primeiro single, "Killer Queen", que chegou ao número 2 nas paradas britânicas e foi seu primeiro top 20 hit nos EUA, atingindo  o 12º posto na parada de singles Billboard. Além disso, foi também o primeiro álbum do Queen a bater o top 20 dos Estados Unidos, chegando na 12ª posição em 1975. 

Gravado entre julho e setembro de 1974 nos Air Studios, Rockfield, Trident, Wessex, Sheer Heart Attack é classificado de Hard rock a Rock progressivo e Heavy metal. Com apenas 40 minutos de áudio, pela gravadora Hollywood Records, ante dele foi lançado o 'Queen II' (1974) e, depois, o 'A Night at the Opera' (1975).

Diferente de seus antecessores, este álbum tem faixas de rock mais convencional que marcou um passo em direção ao som clássico da banda liderada pelo vocalista Freddie Mercury. Nos últimos anos, ele foi listado por várias publicações como um dos melhores trabalhos da banda. Sheer Heart Attack rendeu os singles: "Killer Queen" e "Flick of the Wrist", com lançamento em 21 de outubro de 1974; "Now I'm Here" e "Lily of the Valley", lançados dia 17 de janeiro de 1975.

Como prova de seu sucesso, em 8 de novembro de 2010, a gravadora Universal Music anunciou uma reedição remasterizada e expandida de Sheer Heart Attack, previsto para ser lançado em maio de 2011. Ação que fez parte de um novo contrato de gravação entre a banda e a Universal Music, mostrando que a associação Queen X EMI teria chegado ao fim depois de quase 40 anos. De acordo com a Universal Music, todos os álbuns seriam remasterizados e reeditados em 2011.

No estúdio de gravação, o disco quarentão do Queen contou com Freddie Mercury nos vocais, backing vocals e piano. Brian May, além de guitarra, também gravou os backing vocals, piano, banjo ukelele e vocais em "She Makes Me (Stormtrooper em Stilettos)". O baixista John Deacon gravou ainda, violão em "Misfire", guitarra base e até guitarra solo em "Misfire", e o contrabaixo. Baterista, o músico Roger Taylor tocou além da bateria, percussão, backing vocals e vocais.

Comentários

Veja também: Artigos recentes | Pesquisar artigos | Autores | Todos os artigos