Bruno “Gafanhoto” Souza é incansável na busca por aperfeiçoar sua música. Depois de se graduar pela Universidade de Brasília em Música – Licenciatura, se mudou para os Estados Unidos em Agosto de 2011 para começar Mestrado em Drums Jazz Performance na University of Louisville, concluído em Maio de 2013 com apenas 24 anos de idade. Fez cursos com Jason Tiemann, Kendrick Scott, Edu Ribeiro, Rafael Barata, Kiko Freitas, entre outros, e já dividiu palco com Harry Pickens, Gene Perla, Miami Sax Quartet, Brandon Coleman Quartet, Luke McIntosh Sextet, entre outros, além de ser líder e diretor musical do octeto instrumental FUNQQUESTRA, que tem duas baterias juntas na formação.

#somostodosproblema

08 de maio de 2015, por Bruno "Gafanhoto" Souza
Às vezes reclamamos da dificuldade de se viver de música, da falta de incentivo, da qualidade da música tocada na rádio, do custo de fazer um projeto original, de como não somos valorizados, do cachê baixo, etc, etc, etc...

A verdade é dura. Mas, pra mim, nós também somos parte do problema.

Não me leve a mal. Não acho que nós causamos tudo isso, tampouco quero causar polêmica. Mas aprendi que, para se solucionar um impasse, geralmente dá mais certo olhar para dentro e ver o que podemos mudar na nossa esfera, ao invés de sempre apontar o dedo e esperar que o outro faça algo.

Nós somos o problema quando não estudamos. Também somos o problema quando não tiramos as músicas daquele show que temos que fazer. Somos o problema quando chegamos atrasados, quando não sabemos como se comportar, se vestir, negociar. Somos o problema quando não queremos ter o trabalho de montar aquele trabalho sério e original, mas esperamos ter fama, sucesso e identidade lá na frente. Somos o problema quando não conseguimos acatar ordens, mas esperamos ter organização no projeto. Somos o problema quando sempre temos alguma crítica formada em relação ao trabalho daquele colega que está caminhando...

Estamos todos no mesmo barco e tudo isso está conectado. O mundo dá muitas voltas e, seja por razões cósmicas ou sei lá o quê, acredito piamente que se você oferece coisas boas, também irá receber coisas boas lá na frente. Obviamente, também acontece o mesmo se você oferecer o contrário.

Que a gente acorde todo dia tentando mudar pra melhor.
 
Mas, sempre, começando da gente.
 

Até a próxima!
 

Bruno Gafanhoto

 
P.S.: Faz algum tempo desde o último post! Mil desculpas, MUITA coisa aconteceu nesse período e o tempo para escrever algo bacana acabou. Mas esse ano vamos voltar com gás total. Fui!

Comentários

Veja também: Artigos recentes | Pesquisar artigos | Autores | Todos os artigos