Jojo Mayer

18 de janeiro de 2015, por Rafael Ferraz
Em 18 de janeiro de 1963, nascia em Zurique, na Suíça, o baterista Serge "Jojo" Mayer, considerado um dos maiores nomes da música contemporânea, especialista em Drum 'n' Bass, Jazz e Nu jazz. Jojo Mayer passou a infância viajando pela Extremo Oriente com seu pai, o baixista Vali Mayer. Ganhou a primeira bateria ainda com 2 anos de idade, com a qual fez sua estreia logo no ano seguinte, numa apresentação pública em Hong Kong, na China, com a banda de seu pai.

Assim, crescendo num ambiente musical, o baterista autodidata ganhou sua primeira exposição internacional quando tinha 18 anos, em turnê com o grupo Monty Alexander pela Europa, tocando nos principais festivais de jazz, como o North-Sea Jazz Festival e Montreux. Logo passou a ser convidado para acompanhar grandes nomes do jazz como, Dizzy Gillespie e Nina Simone.

Jojo trabalhou com shows ao vivo e em estúdio, rodando por toda Europa, Estados Unidos, América do Sul, Extremo Oriente e África como sideman de diversos artistas de diferentes estilos. Já vivendo em Nova York (EUA), no começo dos anos 90, Mayer entrou na onda dos eletrônicos, dando os primeiros passos no Drum 'n' Bass. Mais tarde, como líder e em carreira solo nos EUA, Jojo mergulhou na cena club Techno/ Multimedia/ Avant-garde de Nova York, onde promoveu o evento semanal chamado "Prohibited Beatz" -- tocando ao vivo na bateria acústica as levadas de "Drum n Bass", "Nu-Breaks Skool", "Garage Speed".
 
Foi através de estilos dessa cultura dos DJ que lançou o seu primeiro projeto solo, "Nerve", esse trio com bateria, baixo e teclado. Visto como baterista responsável da cena Avant-garde nova-iorquina por sua abordagem na bateria, e técnicas como "heel-toe" no bumbo, método de Moeller, acentos e rebote de baquetas. Usando essa técnica popularizada por Jim Chapin, Mayer é capaz de tocar levadas em altíssimas velocidades.
 
Além de se estabelecer como um dos grandes bateristas inovadores do instrumento com drumbeats eletrônicos, ele também abriu a porta para toda uma geração de músicos. Não por acaso, em 2014 apareceu na lista da revista especializada Modern Drummer como um dos 50 maiores bateristas de todos os tempos. Além de baterista, ele também tem outros diversos projetos como escritor e produtor. 

Com influências de Tony Williams, Jack DeJohnette e Buddy Rich, Jojo Mayer contribuiu com o guitarrista David Fiuczynski na banda de jazz-fusion, funky e pop rock Screaming Headless Torsos, no grupo Intergalactic Maiden Ballet e nomes como Me'Shell NdegéOcello, James Blood Ulmer, Jamaaladeen Tacuma, Vernon Reid e DJ Spooky. Além dos compromissos de post-bop Jazz, Mayer já gravou com Olga Konkova, Domenico Ferrari, Harry Sokal, Enxofre, e o grupo Echo, entre outros. Atualmente ele segue com o projeto Nerve.
 

Assista ao vídeo abaixo gravado em Nova York, na Mercury Lounge, em julho de 2014:

 
 Acompanhe Jojo Mayer -- um dos maiores bateristas da atualidade no Site Oficial | Facebook | YouTube
 

Galeria de imagens

Comentários

Veja também: Todas as biografias