Phil Collins

30 de janeiro de 2015, por Rafael Ferraz
Completando 64 anos, o músico britânico Phil Collins nasceu em Londres, dia 30 de janeiro de 1951, batizado como Philip 'David Charles' Collins. Ganhou uma bateria de brinquedo no Natal, quando tinha cinco anos. Mais tarde, segundo biografia autorizada do baterista, seu tio improvisou uma bateria que ele tocava regularmente. Rodeado por instrumentos comprados por seus pais na infância, nunca aprendeu a ler e escrever partitura, em vez disso, usa um sistema que ele criou para si mesmo.

Além de baterista, cantor e compositor, também atuou em alguns filmes e programas de televisão. Baterista e vocalista da banda Genesis, ele também fez sucesso na carreira solo. Phil Collins já trabalhou com vários artistas, como Bone Thugs'N'Harmony, Paul McCartney, George Harrison, Eric Clapton, Roland Orzabal, Roger Taylor, Robert Plant, Ringo Starr, John Lennon, Elton John, Mike Oldfield, Sting, Anni-Frid Lyngstad do ABBA, Mark Knopfler, Laura Pausini, Peter Gabriel e Bee Gees. 

Ainda fez participações especiais em outros discos, como em Woman in Chains, do grupo Tears for Fears, participou do álbum Break Every Rule, da cantora Tina Turner, tocando bateria em músicas como Typical Male e Girls, e também colaborou como baterista do Led Zeppelin no Live Aid. Versátil, participou ainda da música Home, do grupo de rap Bone Thugs'N'Harmony, entre outros trabalhos.

Após a saída do líder Peter Gabriel do Genesis em 1975, Collins assumiu os vocais -- período reconhecido como de maior sucesso comercial da banda, que continuou através dos anos 80. Enquanto trabalhava tanto como vocalista quanto baterista da banda, ele já dava os primeiros passos de uma bem-sucedida carreira solo. Com seu primeiro disco solo Face Value, de 1981, a música de trabalho ''In the air tonight'' foi sucesso nas paradas, assim como nas vendas e muitas vezes entre as mais ouvidas. 

Em 1984 compôs a canção ''Against oll Odds'' para o filme Paixões Proibidas. No ano seguinte se apresentou no Live Aid e, também já trabalhava em paralelo na divulgação do terceiro álbum solo ''No Jacket Required'', quando sua popularidade cresceu ainda mais. Então passou a se apresentar em inúmeros programas de televisão, estrelando até em episódios da serie Miami vice. 

Já em 1987 lançou a primeira compilação em remix dos sucessos e, no ano seguinte, estrelou o filme Buster -- sucesso de bilheteria que levou duas de suas canções ao topo das principais paradas: "A Groovy Kind Of Love" e "Two Hearts". Fechando a década em 1989, Phil Collins lança o seu quarto álbum de estúdio "...But Seriously" (1989). Considerado o mais conceitual, pessoal e maduro, o disco com a faixa de trabalho ''Another in Paradise" foi o grande auge que atravessou todo os anos 80.

Mesmo com a popularidade nos anos 80, as vendas dos discos de Collins começaram a decair na década seguinte, mais precisamente em 1993 com o álbum Both Sides. Nessa época, problemas particulares refletiram na concepção do disco que não agradou aos que estavam acostumados com o som alegre, dançante e pop rock que já era característico do britânico. Em 2003 anunciou pela primeira vez que iria terminar sua carreira solo, fazendo uma turnê de despedida que resultou no DVD lançado em 2004.

Mas em setembro de 2010, Phil Collins voltou a gravar e lançou o álbum Going Back, com faixas de standards da Motown Records e de Soul Music dos anos 60. No entanto, em março de 2011, foi anunciado na imprensa que Collins deixaria de vez a música para se dedicar integralmente a sua família. Fora dos palcos e estúdios, é defensor dos direitos dos animais e torcedor do Tottenham Hotspur Football Club.

Collins casou-se com a canadense Andrea Bertorelli em 1975, tiveram um filho, Simon Collins e Phil adotou a filha de Andrea, Joely Collins. Eles se divorciaram em 1980. Do seu segundo casamento com Jill Tavelman, entre 1984 e 1996, nasceu sua filha Lily Collins e, ainda se casou novamente em 1999, com Orianne Cevey. Tiveram dois filhos, Nicholas e Matthew, mas se separaram em 2006.

Entre as aparições na televisão e cinema, na adolescência Phil Collins participou do primeiro longa-metragem do The Beatles, A Hard Day's Night, como um dos milhares de jovens que assistiam uma apresentação da banda no final do filme.  Atuou no episódio Phil the Shill, da segunda temporada da série de TV Miami Vice, em 1984; apresentou duas vezes o Billboard Music Awards; e estrelou o filme Buster (1988).

Na década de 1990, participou dos filmes Hook (1991) e And the Band Play On (1993) e no seriado Whooppi. Estrelou o filme Frauds (1993). Dublou dois filmes de animação: Balto (1995) e The Jungle Book 2. Fez uma pequena aparição no filme Ursos Polares da The Naked Brothers Band e no jogo de videogame Grand Theft Auto Vice City Stories cantando "In the Air Tonight". Gravou a trilha sonora dos filmes de animação Tarzan da Disney (1999) e Brother Bear (2003). 

Ainda no videogame, sua música "I don't Care Anymore" aparece no jogo Grand Theft Auto V, na estação de rádio "Los Santos Rock Radio". Collins ainda fez uma aparição como ele mesmo no jogo Grand Theft Auto: Vice City Stories, que se passa em 1984. Ele aparece em três missões onde o jogador precisa salvá-lo de uma gangue que quer matá-lo. É possível ainda assistir uma performance de "In the Air Tonight".

Phil Collins ganhou uma infinidade de prêmios ao longo da carreira, entre eles cinco Grammys, dois American Music Awards, um Oscar, dois Golden Globe e um Disney Legend. Lançou entre 1981 e 2010, 25 compactos na Billboard, além de oitos discos de estúdio, seis álbuns entre compilações e ao vivo, cinco trilhas sonoras, sete videografias e diversos clipes. No início de 2014, fez uma aparição surpresa na escola de seus filhos em Miami para cantar duas músicas. Foi a primeira vez que Collins se apresentou ao vivo desde sua ‘aposentadoria’, em 2011.

Collins fez o primeiro show após quatro anos longe dos palcos como headliner do festival beneficente "Dreaming On The Beach Concert" da fundação Little Dreams, fundada por sua ex-esposa Orianne Mejjati. O show aconteceu na Filmore Miami Beach, no dia 6 de dezembro de 2014. Além do breve retorno aos palcos, o britânico também se reuniu com a formação clássica da antiga banda Genesis, para um documentário da BBC. O projeto foi a primeira reunião do grupo desde a saída do cantor Peter Gabriel, em 1975.

Comentários

Veja também: Todas as biografias